Igreja do rádio

18 de novembro de 2016
Cape Cod
Estava escuro quando chegamos em Woods Hole às 18h. A última balsa para Martha's Vineyard tinha acabado de partir. Começava a luz de inverno, num dia da semana, fácil de estacionar. Do outro lado da rua principal, o salão comunitário ainda estava fechado. Um cartaz na entrada dizia: "Hoje à noite às 19h. Evento de Escutar ". 
Fomos convidados por Rob Rosenthal, produtor e instrutor na Transom, organização dedicado ao produção de podcasts, para assistir a cerimonia de graduação do curso  The Transom Story Workshop, 8 peças sonoras produzidas pelos alunos após nove semanas de trabalho. http://transom.org/workshops/about/story-workshop/
Nosso jantar ao lado, frutos do mar à luz de velas, demorou um pouco mais do que imaginávamos. Quando nos juntamos aos outros, haviam sobrado poucos lugares no salão de madeira de 1878. Sentamos. A cortina estava baixa e a única presença no palco era um rádio antigo, um console de madeira que predominava sobre a estação de rádio da igreja, como Rob a descrevia. Jay Allison, fundador da WCAI, a estação pública de rádio de Cape e Ilhas, se dirigia a um público de 200 pessoas. A comunidade é principalmente branca e aposentada. Eles são seguidores da NPR, e gostam de apoiar o rádio da comunidade com novas peças e fazer perguntas para os jovens produtores no final. O que mais me intriga sobre o gênero do podcast era que os personagens locais retratados nas peças também faziam parte do público, variando de um homem com uma doença terminal a uma mãe cujo filho se afogou em uma piscina de motel. Enquanto se curvava sob os últimos aplausos, Rob mobilizou a nova geração com um "Agora faça rádio!" Então todos dobraram suas cadeiras e as encostaram na parede.
A noite estava gelada e ventava muito. Até pouco tempo antes, essa cidade vivia das baleias. Kate estava sorrindo junto à porta, ansiosa para voltar para a Austrália. Eles simplesmente calharam de nos abrir a porta para o rádio australiano.
Obrigada, Julie. Obrigada, Kate.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *